Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Canguçu - RS e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Canguçu - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Canal do Youtube
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
DEZ
15
15 DEZ 2014
Canguçu busca recuperação das estradas após o período mais chuvoso dos últimos 30 anos
enviar para um amigo
receba notícias
Cerca de 250 pontes foram reconstruídas ou receberam manutenção após o período que registrou 3.720 milímetros de chuva em 12 meses. Todas as patrolas se mantiveram em plena atividade no mês de dezembro

 

Unir a população rural canguçuense através dos quase 9 mil quilômetros de estradas é um dos maiores desafios para qualquer administração municipal, especialmente após o crescimento da frota agrícola e dos automóveis de passeio, que dobraram de número nos últimos anos. Esta tarefa se tornou ainda maior diante do volume histórico de chuvas nos últimos 12 meses, quando o município atingiu a surpreendente marca de 3.720 milímetros de precipitação. Os números foram levantados pelo vice-prefeito Neizinho Bubolz.

– Desde 1981, que foi quando comecei a anotar a precipitação no município, nunca ocorreu um período tão chuvoso como este – afirma.

O vice-prefeito compara o volume registrado nos dois anos do atual governo com os quatro anos da administração anterior.

– Nos quatro anos do governo que nos antecedeu choveu 6.358 milímetros. Isso em 48 meses. Já de novembro do ano passado até agora foram 3.720 milímetros em apenas 12 meses. É impossível que as estradas não sejam afetadas – avalia.



Para amenizar os estragos uma das alternativas foi o investimento na recuperação de um parque de máquinas considerado antigo e sucateado. Somente a Secretaria de Desenvolvimento Rural investiu R$ 2,5 milhões este ano na manutenção do parque rodoviário. 

Outra iniciativa foi o convênio com o Governo do Estado e INCRA, que repassou em regime de comodato um caminhão-caçamba, uma retroescavadeira, uma escavadeira hidráulica, um rolo compactador e um trator de esteira.

– Também adquirimos três plainas hidráulicas para auxiliar na manutenção das estradas – explica o secretário de Desenvolvimento Rural, Cleider Menegoni.

O titular relata que 250 pontes foram recuperadas ou receberam manutenção este ano.

– O município também encaminhou projetos para a reconstrução de mais de 20 pontes, que deverão ter a estrutura de madeira substituída por concreto. O projeto tramita no Ministério de Integração Nacional – diz Menegoni.

O secretário reconhece o cenário difícil diante das enchentes, porém esclarece que a maioria das estradas principais recebeu manutenção mais de três vezes apenas este ano. O foco daqui para frente será a renovação do parque de máquinas, que deverá receber reforços em 2015.

 

> Os índices de chuva no município

-2009 – 2.203 mm

-2010 – 1.347 mm

-2011 – 1.673 mm

-2012 – 1.135 mm

-2013 – 1.826 mm

-2014 – 3.022 mm (até outubro)

-Novembro de 2013 a novembro de 2014 – 3.720 mm

 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia