Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Canguçu - RS e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Canguçu - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Canal do Youtube
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
05
05 FEV 2015
Reunião entre Governo Municipal e Simca define proposta de reajuste para servidores
enviar para um amigo
receba notícias
Prefeito Gerson Nunes propôs reajuste de 6,41%. Índice é superior ao de municípios da região como Piratini, Jaguarão, Morro Redondo e Rio Grande

 

Diretores do Sindicato dos Municipários de Canguçu (SIMCA) foram recebidos nesta quarta-feira (4) pelo prefeito Gerson Nunes. O encontro, realizado na sala de reuniões da Prefeitura Municipal, tratou da proposta de reajuste salarial dos servidores municipais. Além do presidente Breno Schmalfuss e dos demais membros da direção sindical, também esteve presente o vereador Rodinei Jacondino, atual presidente do Legislativo.

Na abertura das negociações, Schmalfuss argumentou que o funcionalismo acumulou perdas significativas em anos anteriores e que um dos objetivos do Sindicato é reverter esse processo de desvalorização da categoria.

– O salário dos servidores públicos de Canguçu sofreu grandes prejuízos por quase duas décadas, no período que antecede o ano de 2010, quando perdemos 110% em relação ao salário mínimo nacional – relatou, argumentando que a política salarial praticada naquela época reduziu drasticamente o poder aquisitivo dos trabalhadores.

A proposta apresentada pelo prefeito prevê reajuste de 6,41% para todos os trabalhadores, o mesmo índice da inflação.

– Se houvesse condições gostaria de dar 20% de reajuste. Mas nossa limitação orçamentária impede uma proposta melhor – explicou, ao afirmar que o reajuste de 6,41% será responsável pela elevação da folha de pagamento para aproximadamente 58%, ou seja, acima do limite legal.

Para reduzir a folha de pagamento o prefeito afirma que continuará adotando medidas como corte de diárias e horas extras. Ele também lembrou que uma das medidas adotadas por seu governo foi a redução de mais de 50% do número de Cargos em Comissão em relação ao governo anterior. Além disso, foram cortados todos os mais de cem celulares distribuídos entre os antigos membros do governo e cujas contas eram pagas com recursos públicos.

O gestor se comprometeu em assumir o pagamento integral do ticket alimentação, que foi custeado parcialmente pela Câmara de Vereadores no último ano. Atualmente o município é responsável por R$ 265 do ticket. O Legislativo complementa os demais R$ 35. A nova proposta é de que a prefeitura pague integralmente R$ 306 aos servidores.

Mesmo estando acima dos índices de reajuste de municípios da região como Piratini (6%), Rio Grande (6,36%), Morro Redondo (5,07%) e Jaguarão (6,34%), a proposta ficou abaixo do que pretendia o Sindicato. A direção do SIMCA convocará assembleia para discutir o tema.

 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia